segunda-feira, setembro 25, 2006

Pivate (MN) Party

50 comentários:

Anónimo disse...

em grande.. ja sei de onde e' k los borrachos del tablon tiraram os videos deles heheh
abraço da Firma

Mocas

das beiras disse...

E quem tirou a virgindade a tua mae tambem foi a firma.
Brincadeiras a parte era bom que o resto da firma tambem deixa-se comentarios....
Em qualquer cidade em qualquer lugar onde ouvires viseu espalhado no ar para e pergunta alguem te dira e a firma a cantar lalalalala

Anónimo disse...

Briooooooooooooooooooooooooooooosa!

Anónimo disse...

simplesmente lindo.......ambiente nu bessa espetakular.................tenhu orgulhu d dizer sou brioooooooosssssssssssa ate morrer.........................

Anónimo disse...

Muito bom a parte dos assobios na musica!

1755 disse...

Num recinto fechado qq um faz isso.. eu e mais 4 amigos de curva fazemos mais chiqueiro do que estes pseudo-mouros juntos...

Muito caminho a percorrer!

Anónimo disse...

epá deves ter engolido 2 ou 3 megafones =DDDD

és um triste

MN1985

1755 disse...

3 megafones deve ser a largura da cona da puta da tua mãe, ó filho da puta de pseudo-mouro de merda!!

"Epá"?!!! Que puta de linguagem de merda é esta meu filho da puta??!

Fala como homem e deixem de imitar os palhaços dos lisboetas! Iddentidade própria! Já ouviste falar??! Deves ser muito criança para isso...

E já agora, se achas que tens muita piada... "epá, nem sei que te diga, méu..."

Anónimo disse...

1775, coimbra nao e lisboa.quanto a sotaque, nao deves sair da tua terra para perceber isso.
isso e algum recalcamento teu pela mancha,ou inveja dos putos estarem a começar a bombar outra vez.
69 spirit
ps: acho q nao estou a ser mal educado

1755 disse...

Não, de facto não estás a ser mal educado, pelo que te vou responder no mesmo tom.

Saio da minha terra e muito! Vou a todo o lado ver o Porto e Coimbra sempre foi dos sítios que mais prazer me deu em acompanhar o Porto. Cidade bonita, boa gente, pessoal muito porreiro! Sempre que fui lá ver o Porto (e estou a falar de há uns 15 anos para cá), me dei bem com a gera de lá. e, se digo isto, digo-o fundamentado: eu noto que o pessoal mais novo de lá tá com um sotaque mais próximo do lisboeta, em detrimento do vosso sotaque coimbrão tão característico. É pena e lamento-o.

Quanto a recalcamentos... ouve lá: bombem para aí! Façam o mais basqueiro possível! Isso faz falta nas curvas portuguesas.

Um pequeno picanço nunca fez mal a ninguém...

Anónimo disse...

1755,e mt facil ser de um grande,pois eu tnh orgulho de ser da aac, como atleta q fui como um ferrenho adepto nao so do futebol como dos outros desportos denominados amadores e, como tal um orgulho enorme de ser coimbrinha,pela sua historia e pela sua cultura o q faz de nos diferentes das outras areas metropolitanas,pequenos em tamanho mas enormes no que respeita ao bem receber os de fora como tu proprio admites.nao fazendo parte de nenhuma claque,mt menos de uma firma,nao gostei da tua comparaçao com os de lisboa n q diz respeito ao sotaque,se calhar teras de falar com puros coimbrinhas e vais perceber.a aac move com o pais inteiro e, sabes q a mancha tem nucleos tanto do porto como de lisboa,nucleos esses q se dao lindamente independente/ de onde sao o q e de louvar.
claro q um picanço nunca fez mal a ninguem desde q haja respeito, e nao se trate mal e chamar isto e aquilo,por mim ta tudo bem, e para isso q estes comentarios devem existir.

spirit of 69

1755 disse...

Evidentemente, é mais fácil ser de um grande. Eu sou de um grande porque calhou: é o clube da minha terra! Apenas isso. Não estou a dizer que se fosse vimaranense, seria do Vitória, pois isso é uma outra realidade e nunca saberíamos como seria.
A mim dá-me prazer ver pessoas que defendem o clube da sua terra e que se assume como tal! Daí o ter falado na identidade própria, que é muito importante preservar, pois é o que nos destingue dos outros! Reservo-me ao direito de dizer aquilo que penso e reservo-me ao direito de me defender da maneira como entendo a quem entra de chancas!
De qualquer maneira, apraz-me ver pessoal como tu, embora não te conheça, pois só assim é que faz sentido. Se toda a gente fosse do mesmo clube não haveria assunto! Bonito é a diversidade de cor, de mentalidades e de ideologias. E fico muito satisfeito por ver um crescimento no número de pessoas que começam a apoiar o clube da sua zona!
Ainda bem que não gostastes da comparação, pois é sinal que, possivelmente, estou errado. Aí iria gostar, mas tenho visto comentários de elementos ligados à Mancha (na escrita falando) e noto a aproximação ao falar de lisboeta. Espero estar errado...
Quanto à Mancha.. conheço muito bem, o seu valor e aquilo que representa para o panorama dos grupos nacionais (e de sítios que nem imaginas!).

Anónimo disse...

1755,da p perceber q es uma pessoa racional,provavel/ ate somos da mesma idade mas como consegues tu descodificar pela escrita se e de lisboa? como ja disse coimbra jamais sera lisboa.quanto a claques nao posso argumentar nada dado q nao entendo nem percebo o q e ser ultra,e o q nao falta nas claques,ate mesmo na mancha,pessoas q so por estarem dentro de uma claque sao herois,nao achas?hoje em dia e fashion ser de uma claque porque fica bem.e como ser casual ou skinhead quer de esquerda quer de direita qnd nao sabem a historia da cultura skin,e qnd digo q mts skins eram de cor riem-se. mas nao vale a pena falar disso porque ha pessoas q nao querem perceber e quanto a isso calo-me bem calado.
mas tudo bem, e a falar q as pessoas se entendem.gosto mt do meu modo de vida e vivo feliz por ter trabalho e principalmente mts amigos onde a palavra futebol e claques nao cabe no nosso meio.
abraço 1755,talvez um dia nos encontremos e veras o purismo coimbrinha.
spirit of 69

Anónimo disse...

spirit of 69, és gay?

1755 disse...

Simplesmente pela utilização de palavras ou expressões que são utilizadas na capital e que cada vez mais ganham espaço entre a geração mais nova. Facilmente as adopta e renegam os valores e as características que os distinguem e os definem para, a um ritmo preocupante, todos se parecerem e não haver diferenciação entre o pessoal das várias zonas. Claro que existirão sempre os resitentes ou os que se manterão fiéis às suas crenças e ideologias, mas custa ver uma cultura a conquistar espaço desta maneira. E isto acaba por ter a ver um pouco também com aquilo que tu falas das modas que parecem estar outra vez aí: a associação da cena skinhead e a adopção casual ao futebol. Estou completamente de acordo. Mas não passa de uma moda e, não tarda, aparecerá outra moda qualquer e é ver o pessoal todo a aderir sem sequer se preocupar ou ter no mínimo a sensatez de perceber a fundo aquela cena que tanto lhes atraiu. Curioso encontrar alguém que saiba verdadeirmanete a cena skinhead e qual a sua origem. Não faço parte da cena, mas interesso-me mais por outras questão, pois o movimento skinhead surgiu da cena punk e a adopção de roupas e de um look mais agressivo não foi bem aceite entre as facções mais conservadoras do movimento punk e aos poucos foram-se distanciando. Daí existirem pessoal de cor (não havia o conceito de raça, mas uma comum partilha de ideologias dos vários elementos) entre os pertencentes ao movimento. E até na música que, embora agora ligeiramente diferente, ainda conserva os traços da origem comum que teve com a música punk.
Faço minhas as tuas palavras e espero que um dia nos encontremos por aí.
Abraços

Anónimo disse...

Tenho de confessar, a MN anda a superar todas as minhas espectativas... Apesar da conhecida rivalidade não posso deixar de reconhecer a qualidade daquela que eu considero a melhor claque (e sublinho, CLAQUE) que não apoia um dos três parolos... Continuem assim x)

White Angels 99
QNVN NNVM

Anónimo disse...

tem paixao,boas musicas( tiradas do campeonato do mundo pelos italianos mas nao ha mal..)letras bem adaptadas mas..n passam de meia duzia de gatos pingados nos jogos fora,sao 40 no maximo mais uns sociozitos,eh pena porque tem mais potencial
PS-Vejam exemplo dos vimaranenses,que mesmo na II,enfim..

cult disse...

lampioes de merda

The Revolution disse...

Só queria dizer que foi fantástico a festa que os Mancha Negra fizeram no Bessa... são realmente uma grande claque que só beneficia o futebol.

Cumps Boavisteiros e desportivos.

Bruno Almeida disse...

Ora ca estao discussoes saudaveis, com estas sim, conseguimos aprender alguma coisa.

Anónimo disse...

The Revolution:
A Mancha agradece as tuas palavras e já agora aproveito para dizer que o blog da velha guarda dos PN está muito bom, carregado de história. Continuem assim.

Anónimo disse...

muita parra e pouca uva.é o resumo desta merda de conversa!vêm p aqui armados em ultras e "eu apoio bué o meu clube"mas chega-se ao estádio e o que é que se ve?ve-se 6-7elementos da velha guarda a fazerem a festa,os fodidos junto ao varao a fazerem ganzas, e o resto do pessoal a olhar p eles com ares de assustados...p amor de deus,deixem-se d teorias e apoiem activamente NO ESTÁDIO!!!

andre1985

Anónimo disse...

É verdade, André!
E o pior é que alguns deles são pagos pela Direcção para fazerem este serviço (e não me refiro a fumar ganza...)!

Anónimo disse...

"E o pior é que alguns deles são pagos pela Direcção"

Não me parece que isto seja verdade, de qualquer das formas, que dizer dos elementos da VG que fazem parte da direcção do clube?
Ainda apoiam o seu Presidente e as suas ideias, é este o modelo desportivo que eles tanto criticaram no passado!
Dizer mal e facil, dificil e estar no cargo e fazer melhor.
Alem do mais pelo que sei, os que dizem mal da Direcção da MN, foram os mesmos que os lá colocaram.
Que dizer?

Rui Miguel

Anónimo disse...

GRANDE MANCHA NEGRA, Continuem assim e não deixem morrer o vosso espirito ultra.
Prá Superliga eu vou . Força Leixoes MV 03

Anónimo disse...

Lol, é com cada comentario ingénuo. Gostava de saber onde vao buscar tanta informação bombástica e aterradora! Revistas tipo "caras" ou "nova gente"? lol.
Oh pa, deixem de ser idiotas! A direcção está a fazer um bom trabalho e, as criticas por vezes sao boas, e neste momento existe uma grande uniao na MN, ou nao se nota? Quem nao nota... está fora!

Lsr

Anónimo disse...

um gajo que começa um comentário com um LOL está apresentado...


andre1985

Anónimo disse...

Estas a referir-te a mim? Porque é que um gajo que começa um comentario com um "lol" está apresentado?

Lsr

Anónimo disse...

RUI MIGUEL

nao compreendo sendo tu tão critico para com o JP, pois eu dou os nomes aos bois, porque é eles que está na direcção do clube, como é que vens ao blogue que é feito por ele...
Mais uma coisa, que eu saiba futebol profissional não é a área dele, mas sim o futsal, que no que me parece até é regido pelas ideias que ele defendia quando era o grande presidente da Mancha.
Agora que estejas ressabiado comalguma coisa... não sei, pelo que conheço dele e da sua maneira de ser, podes ter a certeza que ele deve ser bem crítico para com os seus colegas de direcção da AAC, aliás basta estar ao lado dele e falar com ele para perceber


Alterado 04

www.antiuniaodeleiria.blogspot.com disse...

puta uniao de leiria

Anónimo disse...

"Mais uma coisa, que eu saiba futebol profissional não é a área dele, mas sim o futsal, que no que me parece até é regido pelas ideias que ele defendia quando era o grande presidente da Mancha."

Muitas vezes vi esse sebhor dizer mal do meu amigo ferraz, entre outros e que saiba nenhum deles teve o pelouro do Futebol profissional.
será que esse JP, vota sempre contra nas reuniões de Direcção, das duas uma se sim que está lá a fazer, se não é conivente.
Antes dizer mal dos outros drectores da AAc era tão facil, criticava tudo e todos e agora.
Nunca mais o vi nos jornais a dar ideias para o clube, a procura de taxo cegou muita gente.
A vida dá muitas voltas.
Quem tem telhados de vidro não atira pedras.

Rui Miguel

PS-nunca mais o vi falar nas AG, ou agrora já não procura protagonismo?

Anónimo disse...

basta ler alguns dos artigos publicados nos jornais, que fazem referencia ao vosso antigo presidente e ver se ele concorda com o modelo desportivo do clube, a formação, a profissionalização do clube, não vamos falar em mais nada, não me digam que ele só é responsavel pelo futsal, até porque enquanto director da AAC ele tem a responsabilidade perante os socios de lutar por uma Briosa melhor, estou convencido que a historia que atigiu o Jes relativa a dinheiro e envelopes, se tivesse sido no tempo do CC esse senhor não estava tão calado!

Que pode ter sido um bom Presidente da MN, não ponho isso em causa, agora como representante dos socios da direcção do nosso clube, que tem feito ele para defender as suas ideias, sim porque a menos que a AAC/oaf venha a viver futuramente da secção de futsal, que está este senhor lá a fazer?

Rui miguel

Anónimo disse...

Concordo contigo Rui Miguel.
Pareçe que o JP tem as mãos, os pés e sobretudo a boca "amarrada".

Paulo Costa

Anónimo disse...

engraçado... o rui miguel e o paulo costa (nomes fictícios obviamente) são a mesma pessoa.

Anónimo disse...

Por alguma razão, os visados não se manifestam.Não argumentam, não articulam, não intervêm.Por uma razão muito simples, estão comprometidos com o Poder e com o com o ordeando que auferem à custa de sócios como eu!Sim , porque o academismo desta gente começa, onde acaba o seu desemprego!
Aquilo que são (uns vendidos), fala mais alto do que aquilo que escrevem...

Anónimo disse...

aCREDITA QUE NÃO SEI SEQUER QUEM É O rUI mIGUEL
pAULO cOSTA

Anónimo disse...

Se as coisas continuarem assim, a AAC a não apresentar resultados, e sendo necessário contestar ou algo mais catastrófico, como vai reagir ESTA Mancha Negra que ainda presta vassalagem a muito e boa gente, e continua à procura da sua nova identidade?
Paulo Costa

Anónimo disse...

Se há pessoa que merece todos os elogios como antigo presidente da MN é o JP, foi e ainda é uma das pessoas que + luta para que a MN atinga um nivel superior em todos os sentidos, foi na altura em que ele era presidente que eu entrei e só eu sei como fui bem recebido... Quanto á actual presidência, em especial ao Tiago Carraça, tenho a certeza absoluta que o cargo está muito bem entregue...

Nuno Souselas

Anónimo disse...

Rui Miguel

Há Duas formas de estar,
uma é por dentro onde se tenta mudar as coisas...
outra é abandonar o barco e ter de ficar de fora calado, porque se esteve lá e saiu...

Pelo que conheço do JP sei como ele é e está na vida e luta por dentro até não aguentar mais. Agora tb sei que é um homem de palavra e que tem a dele dada aos jogadores do Futsal, se ele faltar o que vai acontecer a eles??? Sabes... Pergunta-lhe como era antes como é agora...

Relativamente ao vencimento dele na AAC, podes ter a certeza que não é com ele que vai comer e dar de comer aos seus, tenta investigar e saber o quanto ele já foi prejudicado no seu trabalho na Leirisport e Leiria, tenta lá saber as horas a que ele sai de leiria para poder trabalhar na AAC, gratuitamente, Conta lá o número de hora que ele dispende à AAC e compara com todos os outros..,. Enfim, não quero ser advogado dele, ele se quiser que escreva aqui no seu blogue e que se defenda, mas como sou amigo dele,acho que lhe devo estas palavras...

Acho tb que tem a consciência onde se meteu e sabe até quando e pode ir, final da época de futsal pressoponho eu...

Alterado04

Dr. Xanax disse...

Pela minha análise desta polémica relativamente à instrumentalização das claques, nomeadamente ao nível do seu envolvimento pouco transparente com as Direcções dos clubes, concluo, inequivocamente, ser este um caso evidente de ligações perigosas entre as cúpulas da claque Mancha Negra e a Direcção.O silêncio, conivente, de uns e outros é indiciador de uma teia de interesses pessoais, sejam financeiros ou profissionais, que não tem quaisquer contemplações ou interesse pelo futuro do clube.É o cada um por si e todos a roubarem!
Caros adeptos da Académica, neste momento dramático do nosso clube, ao nível financeiro e desportivo, tudo o que interessa é esta luta pelo Poder.No fundo, já ninguém quer saber do Academismo.Mas mais dramático ainda é o facto de, por este andar e na sequência desta lógica de demolição das referências do clube perpretrada pela Direcção e por algumas das suas emanações mais camufladas como a Mancha, já ninguém saber o que é o Academismo!

Anónimo disse...

Acho piada, que todos esperam pela Mancha Negra. Esperam que a Mancha Negra organize viagens se nao podem ir de carro, esperam que a Mancha Negra cante nos jogos pois mais ninguém o faz, esperam que a Mancha Negra se revolte quando o clube não está bem. Quantos de voces, socios que criticam a passividade da MN, foram a algum treino protestar contra a falta de empenho? Quantos??!!! Quantos apoiam durante os derradeiros jogos, quando eles mais precisam? Quantos??!!! Sabem quantas vezes a MN já o fez?? Sempre.
Tenham vergonha e nao critiquem quem tenta levar a Académica a bom rumo, seja lá dentro ou cá fora. Tenham bom senso de nao falarem do que nao sabem, tenham bom senso de estarem calados para nao dizerem babuseiras. Nenhum de voces sabe o que o JP faz pela Académica, nenhum! E nao digam que sabem porque sabem bem que nao! Tentam puxar chama onde nao há fumo sequer! Basta de gente que so quer arranjar confusao. E depois dizem que os outros é que têm interesses? Digam-me entao, que interesse é este em tentar chatear alguem ou por outros contra ele? Poupem os leitores deste blog sff!

Lsr

Anónimo disse...

O último comentário é bem revelador do nível de idotice ideológica que contamina as claques.Por alguma razão, este subproduto sociológico não tem quaisquer expressão em países como a Inglaterra ou a Alemanha, curiosamente os campeonatos com maiores assistências ao jogos.Em países onde este fenómeno se impôs como a Itália ou a Espanha, estes grupos organizados de apoio são vistos como forças de bloqueio, focos de violência e de expressão do radicalismo. logo os principais responsáveis por diminuições drásticas no número de espectadores.As claques, como bem acima escrevem, apenas servem para serem instrumentos da Direcções e para a promoção de alguns dos seus "capos" (a terminologia mafiosa diz tudo!)e consumo massivo de drogas.Antes de existirem claques, já havia clubes, ao contrário do que vocês pensam!O autismo desta gente é bem revelador do seu autismo.Sim, porque estes gajos da Mancha acham-se mais importantes que o clube!Humildade, putos!
Caro amigo LSR:
Antes de existires tu ou a Mancha Negra (na actualidade, uma espécie de braço armado da Direcção e tutelado por dois dos seus empregados), já eu apoiava o clube, em situações difíceis como na Nazaré, em Alcobaça, na Guarda ou em Águeda!Portanto, respeito!
Quanto ao facto dos empregados do clube fazerem muito pela Académica, a resposta e os esclarecimentos por eles prestados acerca da natureza do que fazem, falam por si!Recebem ordenado para destruírem o clube e depois acham-se os maiorais!Humildade, putos!

Anónimo disse...

Para o último comentário do pseudo-intelectual: Na Alemanha há claques sim, e algumas das mais numerosas da Europa. E contrariamente ao que disse: "Em países onde este fenómeno se impôs como a Itália ou a Espanha, estes grupos organizados de apoio são vistos como forças de bloqueio, focos de violência e de expressão do radicalismo"? Em Espanha não há praticamente claques e as que há são na maioria Peñas, tirando uma ou outra como a do Sevilha ou Atletico. São vistas como um foco de violência por pessoas como o senhor, que nunca estiveram no seio de uma claque nem fazem ideia do que é um grupo Ultra por dentro, e apenas se regem pelo que lêem de vez em quando em jornais sensacionalistas, sobre cenas de pancadaria, habitualmente na América do Sul. E quanto à afirmação do "consumo massivo de drogas" é absolutamente ridícula. Já faço parte da Mancha há muito tempo e nunca fumei sequer uma ganza, muito menos por influência de elementos da MN85. Se ao menos o senhor falasse do que sabe e do que conhece, mas não... é bonito é criticar tudo e todos sem saber o que se passa e muito menos sem conhecer as pessoas envolvidas, porque se as conhecesse não falava assim delas de certeza. É o novo academismo: dizer mal de tudo e todos, especialmente daqueles que tudo fazem para ajudar a preservar o bom nome da Académica. Ah! E muitos parabéns por ter ido à Guarda... deve sentir-se um herói, ou pelo menos o maior do seu bairro. Agora pergunte às pessoas que está neste momento a criticar onde é que já foram e o que já fizeram... se calhar já deram um bocadinho mais pela AAC do que o senhor não? E quanto aos tachos e aos favores económicos e blá blá blá... vê-se perfeitamente, na Mancha aquilo é só milionários de Mercedes e Porsches não é? Em vez de pensar em utilizar palavras caras, pense antes no conteúdo daquilo que escreve e na forma como isso vai afectar os leitores e os visados. Quem não sabe, não fala!

Anónimo disse...

Ah! E quanto a esta frase tão sábia: "O autismo desta gente é bem revelador do seu autismo." só tenho uma coisa a dizer: Idiotice na claque? Então um gajo que escreve isto ao tentar passar-se por intelectual (da treta) não deve ser nada idiota, ou pior, ignorante! Que idade é que tem? Depois do que disse calculo que seja da idade da Pré-História.

Anónimo disse...

Fruto da precipitação e do assomo de trabalho (no sentido em que tenho de produzir para vos pagarem o rendimento mínimo), não tive a oportunidade de reler o meu comentário.Compreendo, então, a dificuldade que alguns tenham em apreender o meu discurso, mas aí entramos no domínio do analfabetismo funcional.Porque não tenho quaisquer veleidades pedagógicas, deixo a correcção dessas lacunas a alguém mais capacitado que eu, um professor do ensino básico, por exemplo.Talvez este consiga fazer compreender que num blogue não se fala, escreve-se.
Depois entramos no domínio da negação, isto é, aquele tipo reduto ideológico onde esta gente se entrincheira, negando qualquer assomo de verdade ou de crítica que não se adequam ao conjunto de idiotices mal amanhadas a que chamam de pensamento "ultra" (denominação directamente derivada da palavra ultraje).
Na Alemanha, não existem claques de futebol (enquanto grupos organizados de adeptos, com uma identidade forjada em torno de interesses comuns e que fornecem uma noção de "grupo", por forma a que todos estes alienados tenham a sensação de pertecerem a alguma coisa e com velados interesses comerciais, porque à boa maneira empresarial, o seu objectico é o lucro), nos moldes em que os conhecemos aqui.O que existem são associações de adeptos, que defendem os seus interesses, como aconteceu no caso da aquisição do Manchester United pelo Glazer.Na Alemanha, os adeptos não se organizam segundo esta lógica "claquística", apenas demonstram a sua excentricidade e o seu comprometimento pelo uso de uma indumentária muito específica, uma espécie de casaca de ganga sem mangas, pejada de crachás e de símbolos clubísticos.
"Em Espanha não há praticamente claques".Se não há, o que são os Ultra-Sur, os Boixos Nois, a Frente Atlético ou os Vikingos (menciono apenas as claques dos 3 grandes clubes espanhóis, pois seria fastidioso nomeá-las a todas)?Aqui entramos no domínio do autismo intelectual e da forma como este condiciona a réstea de pensamento que ilumina destas cabeças.Seguramente, um efeito colateral dos impactos de cassetete em Leça da Palmeira.
E a ignomínia não termina aqui.O estado de alienação é tal que negam uma evidência tão básica que transparece de forma verdadeiramente esclarecedora nos vídeos que tão garbosamente apregoam."E quanto à afirmação do "consumo massivo de drogas" é absolutamente ridícula".Sim, é totalmente verdade, basta atentar no estado ébrio de muita desta gente e no cheiro de "ganza" que emana dos seus autocarros.Sim, porque eu já viajei com a Mancha e isto são factos, não são acusações.
Enquanto sócio, acho perfeitamente escandalosos alguns privilégios que esta claque possui relativamente às facilidades de acesso e às condições e montantes de pagamento, em comparação com os que que eu tenho de fazer, a troco de serviços prestados em favor do clube (devem referir-se ao belíssimo apoio que têm dado ao clube nos últimos jogos em casa).Sim, porque esta gente não serve a Académica, esta gente usa a Académica (acredito que de forma inadvertida, pois confundem o apoio à Direcção com o apoio ao clube, numa acintosa reciprocidade de favores e de privilégios que tem o seu píncaro na forma decisiva como se empenharam na eleição de Simões).
Acusam-me de passar por intelectual.Por comparação, não tenho quaisquer veleidades em assumi-lo.De facto, perto de vocês e da vossa pobreza discursiva e de pensamento, qualquer indivíduo com a 2ª classe é um erudito.
Em suma, toda a discussão assenta numa conclusão inabalável que só estes subprodutos do academismo não conseguem perceber:a Académica sem a Mancha continuaria a ser muito, a Mancha sem a Académica, não seria nada!
Ah, e há o seguinte: vocês nunca conseguirão impedir-me de criticar ou de opiniar sempre que os achar necessários, pois ao contrário de muitos , eu não escrevo aquilo que outros pensam!

Anónimo disse...

Concordo em parte com o post do anónimo, na medida em que é muito controversa a presença de claques e do seu efeito de mobilização nos jogos.Além dos exemplos citados, lembro-me também da Argentina ou do Brasil.No supra-sumo do profissionalismo no desporto, os Estados Unidos, não há claques organizadas e os estádios de futebol amercano estão sempre cheios.Acho que as claques e o seu incentivo à violência e ao insulto gratuitos são bem dispensáveis e causadoras de muita desmobilização.Pelos vistos, muitas delas acham-se mais importantes que os clubes ou que o jogo em si e acreditam que as pessoas se dirigem aos Estádios para os verem e ouvirem!Vão para o relvado fazer coreografias, para ver se os Estádios enchem!

Anónimo disse...

Com tamanha superioridade moral que faz esta pretensamente eminente personagem num blog que classifica como frequentado por pessoas com "pobreza discursiva e de pensamento"? Porque se dá ao trabalho de opinar sobre um movimento contaminado por "idotice ideológica"?
Deve estar mesmo preocupado com a nossa pretensa insignificante existência. Se realmente a Académica está a ser tão claramente usurpada por estes pretensos seres inferiores e nada inteligentes, sugeria que usasse a sua superior inteligência para elucidar de viva voz todos os outros sócios desta pretensamente escandalosa cegueira colectiva...

O que me incomoda nos seus comentários nem é a sua opinião porque, apesar de pessoalmente discordar, tem direito a ela, mas sim a sua assumidamente NOJENTA superioridade sobre tudo e todos.
A Mancha Negra apenas existe para apoiar a Académica e sem esse objectivo não faria sentido. Na Mancha Negra, como em qualquer verdadeiro grupo ultra, são todos iguais e igualmente importantes para um único objectivo: o apoio ao clube! Seja para quem for, a porta da Mancha está sempre aberta, desde que seja para apoiar a sério a Académica! O resto são pormenores.

Anónimo disse...

Seja como for, todas as alturas são boas para uma reflexão e esta mais do que nunca é uma altura ideal para se discutir e analisar o papel da Mancha, no seio da AAC.

Anónimo disse...

É incrivel. Olhe lá meu caro senhor com palavras caras e etc bla bla bla bla bla bla... mais umas palavras caras e já pode ser presidente da republica! Acho piada a dizer que antes de eu existir ou a Mancha Negra, quando nem sabe quem sou, nem que idade tenho. Sim, porque se o senhor que já é tao velho, frequenta este blog, outros da mesma idade podem frequentar! Simplesmente podem nao usar as suas palavras caríssimas e tão sábias tiradas do mais profundo dicionário da lingua Portuguesa!
E se me conhece, sabe que eu nao fumo droga, e no entanto viajo com a Mancha Negra e faço parte dela! Não sabia que lá por uns fumarem, fumam todos! Estou mesmo a ver essa sua sabedoria filosófica e lógica... "X fuma droga; X pertence a Y, logo, Y fuma droga!" Sim senhor, grande sábio que o senhor é!

Lsr

Anónimo disse...

E outra coisa meu caro idiota (sim, porque se me chama a mim eu chamo a si, ou prefere continuar na sádica e irónica boa educação e uso de palavreado da treta??).. continuando, fique a saber que aquando da eleição do Simões, houve elementos da MN que apoiavam o Maló. Tente não falar do que pensa, mas sim do que sabe. Porque a sua ignorância em relação ao que a MN é, ao que faz ou deixa de fazer, é muita!!