quinta-feira, novembro 02, 2006

Leiria - Académica


Um jogo que para derby teve muito pouco... Foi um jogo sem sal, realmente como já escrevi aqui, com a Naval, até por serem ambas instituições Centenárias, considero esse sim o verdadeiro Derby do Centro...
Muito do pessoal da Velha Guarda teve de sair de um casório para ir à pressa para estar presente e dar o seu apoio à mitica Briosa... Loucura dizem uns... Amor eterno dizem outros...
Foi uma deslocação muito aquém do esperado. pretendia-se e desejavasse muita mais gente quer da Mancha Negra quer dos restantes adeptos da Briosa...
Como fui lendo em alguns coments, pelos vistos a latada esteve em primeiro lugar para alguma gente, o que mostra que de ultras alguns nada têm, amor a Briosa nem vê-lo... Por isso acho que muita gente deve reflectir bem no próximo domingo o sector a escolher onde ver o jogo na bancada, a Briosa precisa de verdadeiros ultras, de verdadeiros guerreiros das bancadas, gente com vóz e com atitude.
Da parte dos que estiveram presentes, alguns não se rogaram a esforços e foi sempre a dar-lhe fosse qual fosse o resultado. Na entrada das equipas uma frase para tentar incentivar os que de preto vestem(FORÇA BRIOSA), mas perece que não se incentivam nem se motivam com frases,(se calhar tem de ser à moda alvi-verde de Coritiba...lol. Jogo muito fraco de ambas as partes, sendo certo que a Briosa até entrou bem no jogo, mas quem não marca tem paragens de cerebro e levam-nos a sofrer golos cada vez mais estupidos.
Depois de um jogo calmo sem grandes motivos de interesse um regresso a Coimbra ainda mais calmo, sem ser como todos desejávamos e cantamos: Regresso a Coimbra alucinado...

JP74

3 comentários:

ruben jorge disse...

Sábado, jogo dos juniores contra o "fcp", se ganharmos ficamos em primeiro. Os miudos merecem todo o apoio, aparece as 15h no Sergio Conceição em Taveiro!
Força Briosa, Vençe por nós!!

Anónimo disse...

podiam.me dizer quanto é a viagem ao porto sff

um qulquer disse...

a moda de coritiba nem tanto mas dez vez em quando uns caldos nunca fizeram mal a ninguem.