quarta-feira, maio 03, 2006

Capacidade de mobilização... será que ainda temos???


Após muitos anos a seguir a grande Briosa sobretudo nos anos em que época após época morríamos à beira da praia e não conseguimaos subir de divisão, constacto que nessas épocas o apoio e sobretudo a capacidade de mobilização fora da massa adepta da Académica era impressionante. Todos certamente se lembrarão de deslocações míticas, onde os estádios adversários eram completamente tomados pela cor preta.
Deixo algumas memórias, entre as quais Leiria, a da roubalheira do Pratas e do jogo dos quarto de final na Marinha Grande. A deslocação a Vila do Conde com um Magnifico golo do Lewis, chuvia bem nessa tarde, outra ainda, a deslocação à Amadora, quando o Leandro sacou de uma banceira dos calçoes... Eram deslocações em massa por parte dos adeptos da Académica. Apareciam autocarros oferecidos por todo o tecido empresarial, pela CM de Coimbra, enfim havia uma mobilização da Cidade e tecido empresarial e sobretudo por parte do Amantes da Briosa.

Mas a Viagem das Viagens, não tendo eu tido oportunidade infelismente de ir assistir a uma final da Tasça de Portugal, foi para mim a deslocação a Chaves onde assegurá-mos a manutenção mesmo no último minuto. Certamente que aquela bola no poste deve ter feito parar por breves instantes o Coração de muitos Academistas.
Mas sem dúvida que os 27 autocarros repletos de esperança e os milhares de carros que encheram o topo norte do Estádio do Chaves ficaram na memória de muitos, sobretudo o regresso a Coimbra, com o Velhino Estádio do Calhabé cheio de gente até de madrugada à espera dos jogadores para com eles festejar somente a manutenção no escalão máximo do nosso futebol, até parecia que tinhamos ganho alguma Taça...
É hoje em dia esta falta de capacidade mobilizadora que me deixa preocupado, um jogo de tremenda importãncia como era o do Restelo na semana passada e só reparei que somente cerca de 340/400 adeptos da Briosa la estariam!!! Há falta de fé? de dinheiro?... o que se passa actualmente na nossa Académica? Mas já não é só de agora, em épocas passada sinti o mesmo. Sinto que ano após ano existe um grande afastamento das gentes, não só à própria Académica mas ao futebol de uma maneira geral. O futebol Moderno com TV's e soobretudo com preços altissímos dos bilhetes em jogos a horas impróprias muito também têm contribuido, para o estado actual.
Estou certo até pelas noticias que me têm chegado iremos ter se não os 30 mil adeptos, estaremos lá quase no próximo e decisivo jogo contra o Maritimo. No entanto é só nestes jogos que estes mamões aparecem, ao contrário de antigamente onde eram jornadas após jornadas a encher estádios por esse Portugal inteiro. Se queremos ter uma Briosa forte e competitiva, a massa adepta tem de estar sempre presente. Ou será porque um qualquer patrocinador comprou parte da bilheteira que já vai tudo à bola? Aos estudantes deixo uma pergunta, para entrarem no Recinto da Queima das fitas irão estar também à espera de convites??? Será que eu por ser sócio da Briosa vou entrar à Borla para ver a bandas actuar no Queimódromo??

Acho que a Briosa tem vindo a perder capacidade mobilizadora das suas gentes, a se até à bem pouco tempo a Mancha, através da sua capacidade mobilizadora ia escamuteando essa mesma falta de adesão, agora que as coisa se têm invertido um pouco, realmente nota-se que tirando a Mancha, pouca ou mesmo muito pouca gente acompanha a Académica. Somos os mesmos de sempre a estar presentes, no entanto os adptos da festa, os politicos nojentos, os sócios de ocasião e os mitras vão aparecer como se fossem adeptos dede a primeira hora... è sempre assim, sempre foi e pelos vistos há-de continuar a ser,infelizmente.
No entanto nós (MN) acabaremos mais uma época com o sentimento de dever comprido,com muitos km's percorridos, muitas pastilhas para a gargantas chupadas, com muitas horas de amizade vividas em conjunto dentro dos autocarros/estádios, mas sobretudo contentes com mais uma importante ajuda e com uma colaboração bastante activa no sucesso e nos resultados alcansados pelas camisolas negras da Nossa querida e amada BRIOSA.

Força Briosa precisamos só de mais um pontinho, conquista-o por nós...
Os mesmos de sempre

JP74

17 comentários:

Crack XXI Briosa disse...

As verdades custam muito a ouvir.

João Loureiro disse...

JP no seu melhor! TEnho pena de as vexes fazer parte daqueles que trabalham ao fim-de-semana e feriados e que nao teem opurtunidade para trocar a folga para acompanhar a briosa, mas so mesmo pena desse tipo de pessoas pk aqueles que teem tempo de sobra e não apetece viajar ou prefere ver na SPORTVerte nao tenho sentimento nenhum sem ser de raiva!! Tinha eu 12 anos e ainda me lembro de ver o Teixeira agarrado as redes, e o sector sempre xeio! Tambem me lembro da viagem a Chaves e a Viseu, era puto mas ficou na memoria, so apetece voltar para tras e repetir tudo porque nao sei se volto a ver algo do genero!

FORÇA BRIOSA, VENCE POR QUEM TE AMA!!!

Anónimo disse...

Eu cada vez mais tenhu pena do meu actual grupo de apoio ao meu clube,certamente que nao é o melhor nem nada parecido..Agora voçês são 5 estrelas, eu tenho a opurtunidade de conhecer elementos da MN e digo vos que nao ha mentalidade melhor que a vossa em portugal.FORÇA NESTE ULTIMO JOGO....

Vitor Simão- Viseu

velhoestilo disse...

Boas...
tal como referis-te....a capacidade de mobilização do povo de coimbra só se faz sentir se os BILHETES FOREM A PALA! E é neste estado que possivelmente domingo irá ter uma assistencia record no nosso cidade Coimbra, infelizmente.
E NÓS...os que andamos época após época a "lutar" apoiar, gritar e sofrer neste jogo será que somos esquecidos?!!!
A mentalidade do portugues é sempre a do bilhetinho a "pala" e quanto a ajudar a nossa magica Briosa NADA...
Infelizmente tal como disseram, existem pessoas que muitas vezes nao podem contribuir com a sua presença por dificuldades laborais ou mesmo vida economica diminuta, mas os "outros" os dos tais bilhetes a pala, são sempre os que beneficiam e agravam o estado do futebol portugues.
Desejo sinceramente que domingo os nossos "pretos" se lembrem e agradeçam a grande MANCHA NEGRA em primeiro lugar, pois já estou a imaginar os agradecimentos aqueles que nada fizeram nem fazem ao logo da epoca.
CONTRA O FUTEBOL MODERNO
CONTRA O "CHULO" DO FUTEBOL ACTUAL
FORÇA BRIOSA...NÓS MANCHA ESTAMOS E ESTAREMOS SEMPRE EM QUALQUER LUGAR

velhoestilo disse...

p.s.-tal como mencionas-te : Somos os mesmos de sempre a estar presentes, no entanto os adptos da festa, os politicos nojentos, os sócios de ocasião e os mitras vão aparecer como se fossem adeptos dede a primeira hora... è sempre assim, sempre foi e pelos vistos há-de continuar a ser,infelizmente.
-Espero e desejo sinceramente que todos os jogadores se lembrem e recordem quem esta com eles e quem os apoia dia a dia, pois AMA por Gosto não cansa,mas DOI!
Força JP - CAPO
ÉS DA MENTALIDADE ULTRA, VELHO ESTILO PARA SEMPRE...LUTAMOS POR VEZES SEM SENTIDO MAS SEMPRE COM SENTIDO!

VHS

Laserman disse...

Infelizmente estou incluido no grupo dos que por obrigatoriedade laboral, falham alguns jogos. Antes, não repudiava os jogos à segunda-feira, agora são-me uteis :D (apesar de continuar com a ideia de que jogos à semana prejudicam o futebol, adeptos e equipas).
Mas acho que a Académica tem que parar com as campanhas "Blackshot" e "Académica-pass" e oferecer bilhetes aqui e acolá, e por dolce-vitas e mais merdas à mistura, e acordar a cidade! Não com ofertas de bilhetes, mas chamando a atenção para a existência de um grande clube, de uma grande instituição! Dar a perceber que o apoio de toda a cidade é bom para nós todos, e que não existe só o vermelho verde e azul!

FORÇA BRIOSA! MOSTRA-NOS PORQUE TE AMAMOS!!!

Anónimo disse...

eu vou ser sincero, não sei se conheço o JP que tanto o pessoal fala mas se for o JP que eu suponho que seja e desse eu posso falar pelo menos um pouco do que conheço dele...Se for o JP que é de viseu e naoq uerendo errar eu digo que é de uam personalidade que muitos nao compreendem mas de uma coisa eu tenhoa certeza , restam poucos ULTRAS como ele.FORÇA AAC FORÇA MN E PARABÈNS PELO QUE SÂO----
Vitor Simão---viseu

Anónimo disse...

as grandes mobilizaçoes surgiam numa altura que o futebol era uma festa, que nao havia repressao policial, os preços dos bilhetes eram acessiveis, a sporttv transmitia poucos jogos. os estadios novos tambem foram um factor que fez com que as pessoas se mobilizassem novamente para conhecer.Parabens pelo blog.

Tiago Carraça

Anónimo disse...

A capacidade de mobilização que falas é quando a AAC estava para subir (é diferente de estar a lutar para não descer...) e era apenas nas últimas jornadas (no resto do campeonato era praí umas 1000 pessoas, se tanto...), e havia apoios externos (que como indicaste: da CMC e outros). Qual é a diferença de o pessoal ir ao futebol na última jornada, com bilhetes oferecidos? É por o jogo ser em Coimbra? E se o jogo fosse fora?
Eu como estudante, vou lá estar e não vai ser por causa do convite... Desde que estou na universidade (e já lá vão uns 5 anos) que fui assistir a *todos* os últimos jogos da temporada pela AAC fosse em casa ou fora (nunca fui a uma garraiada... :'( ).

p.s.: Vocês estão sempre a "malhar" nos estudantes... Devem ter um ódio... A maior parte do ppl quando chega à universidade já tem clube escolhido e raramente é da AAC. Deviam era ter ódio, LOL, aos putos do básico que é onde se faz a "escolha" :|.


Manifest0

nando disse...

entao e doming,sempre no vamos encontrar na tasca habitual?!

Nando

Anónimo disse...

epa eu sou 1 putu k kustuma tar em todos os jogos da MAGIKA BRIOSA.. e se voxes me deixasem abanar a bandeira grande(abanei 1mx vezes)mas kria dizer k GUIMARAES E MERDA.. e EXES FDGPS VAO PA 2ª e NOS FIKAMOX NA 1ª CRL.. BRIOSA LORORORORO .. TAO BELA LORORORORO ..TE AMO SRA MULHER DA MINAH VIDA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!BRIOSSSSSSAAAAAAAAAAAAAAAA

Anónimo disse...

outra vez a escreverem por mim...tá bonito isto,está está!

Tiago Carraça

MARCO CRUZ disse...

Jp, bom texto, essencialmente, porque tocas na ferida e referes algumas verdades relativamente ao estado actual, da cidade, do clube, e sobretudo da claque. Texto imoportante tb. porque tem o intuito de "abanar" o pessoal e isso é muito positivo. No entanto, podemos apontar alguns factores que levaram a esta realidade: não podemos esqueçer que a AAC esteve nos últimos anos e este ano uma vez mais nos últimos lugares da tabela e as pessoas também se cansam, pois, querem resultados e são estes que atraem potências adeptos porque,infelizmente, nem todos são como tu e outros que conheço que aguentam tudo. Contudo, não podemos esqueçer que em termos de assistência em casa a AAC é depois dos 3 grandes, espanhóis e do Braga, o clube que mais adeptos tem no seu Estádio, mesmo a lutar pelos últimos lugares da tabela, muitasa vezes, com exibições horriveis. Diversos, são os factores que concorrem para este estado de coisas, focalizando eu mais, o factor resultados desportivos. E tenho a plena convicção que se a briosa fizer um campeonato como o Braga, querem apostar que vamos todos ter uma grande surpresa!
E, já agora, quanto às viagens fora, penso que é uma época de transição, já não estão lá os "Jp´s" e o futebol está caro, pois, se fizermos as contas no fim do campeonato aos cento e tal euros que pagamos de quotas mais as viagens e os bilhetes e os "extra" (muita cerveja), dá qq. coisa!
Abraço e Domingo lá estaremos, e, como tu dizes, cheios de força para gritar por "ela".
Marco Cruz - AAC

Anónimo disse...

Se há desmobilização de adeptos, como explicas a presença massiva nos jogos de Leiria e de Aveiro (2500 e 3500 espectadores, respectivamente)?Isto foi há um ano, não foi há 10 ou 20 anos.O problema prende-se com uma questão de alterações comportamentais dos adeptos.Efectivamente, o adepto português é um adepto oportunista, surge exclusivamente nestes momentos de festa anunciada ou na sequência de bons resultados.
Numa lógica reversiva, como explicas o sucesso popular da selecção?Porque eu sou do tempo do apoio à selecção nos anos 80 e 90 e nem te falo da decadência do Estádio da Luz com 30000 a ver jogar a Alemanha, campeã europeia...

VR disse...

Eu não sou do tempo dessas grandes mobilizações ainda na 2ª mas do que conheço posso-vos dizer que não é muito atractivo viajar com a MN essencialmente porque vemos que muita malta não vai pelo apoio à Briosa mas sim para fumar, beber, armar confusão, roubar, etc. Também por isso compreendo os restantes adeptos da Académica que cada menos viajam com a MN. Ninguém gosta de ser tratado como criminoso, como marginal, de ser recebido por polícias de armas em punho como se fossemos fazer algum motim. Eu próprio nesta última viagem disse a um polícia que habitualmente faz as viagens connosco que o aparato que se cria é uma vergonha, o qual não teve resposta para mim perante o que se estava a assistir. Quando o pessoal vai pela festa e para fazer a festa é ridículo ter nas estações de serviço polícias fortemente armados à nossa espera. E como se isso não bastasse ainda fazem um circo maior ao chamar o CI por uma também ridícula recusa em VENDER sandes e bebidas aos adeptos que viajam por este país e só só dão dinheiro a ganhar às mesmas pessoas que insistem em nos ver como marginais. Não nego que quando abertas ocorrem normalmente roubos nas estações de serviço mas se por um lado compreendo quem rouba para comer por outro também reconheço que isto não podr acontecer sob pena de estarmos a alimentar um monstro que nós próprios (claques em geral) criámos. Com tudo isto os adeptos da Académica acabam por deixar má imagem e acabamos todos nós por ser iguais a quaisquer outros adeptos de outros clubes. Sempre dissemos ser diferentes mas somos cada vez mais iguais em tudo. Se queremos ser respeitados temos que nos dar ao respeito e esse respeito não se conquista atirando pedras, insultando pessoas ou deixando má imagem da claque, dos adeptos e em última instância do clube. A nossa maneira de estar deve ser cada vez mais contagiante para quem provavelmente agora torce o nariz quando nos vê. Temos que provar o espírito e mentalidade que sentimos e isso tem que se reflectir em tudo o que fazemos quando andamos atrás dela. Não me quero alongar mais mas sei que temos que mudar algumas mentalidades. Não podemos atribuir culpas cegamente. Encontramo-nos numa fase de transição e deve ser dado o devido valor a quem vai à frente do barco porque é sempre difícil corresponder às expectativas criadas no fim de um ciclo como foi o caso da forte liderança do JP. Claro que quanto mais alta a fasquia maiores as expectativas mas temos que dar tempo ao tempo e pensar que seremos cada vez melhores enquanto claque quanto melhores formos cada um de nós, tanto no apoio como no comportamento que temos. Eu não dou lições de moral a ninguém, principalmente quando cá ando há pouco tempo comparado com muitos de vós, mas não custa nada pensar no futuro que queremos para a MN porque disso dependerá o orgulho que continuaremos a sentir de fazer parte de uma GRANDE claque.
Vasco Ramos

Anónimo disse...

Acho brilhante o facto de toda a gente já ter opinião sobre a MN e dizer o que vai mal e o que as coisas deviam mudar !!! Mas e que tal oferecer ajuda para trabalhar??
Dizer que a MN tem adeptos problemáticos dá vontade de rir e só vem mesmo de quem anda nisto há muito pouco tempo ...Basta pegar no livro da MN e ver que na sua maioria os relatos lá descritos fazem referencia a algumas situaçãoes, que alguns agora criticam !!!!
São estas que fazem a historia da Claque e que criaram a união de um grupo de amigos no seio da MN.

Acho que mais que criticar deviam chegar junto do presidente e oferecer os seus prestimos para a nova epoca, eu já o fiz, não tenho muito tempo mas o que tiver podem contar comigo.

Chega de dizer MAl!!!
Há um ano os dirigentes da MN eram os melhores para o cargo, hoje são Merda!!!Que qualidades pessoais se perderam ???
Deixem as coisas andar e as pessoas trabalhar e já agora aproveito para alertar a direcção da Claque que devia puxar mais pelos seus elementos, não ser tão passiva.
Mas isto são outras conversas ...

AMAVEL PRATA
(Salteador de arcas Perdidas)

Anónimo disse...

Eu sou e sempre foi um sportinguista ferrenho e nunca escondi isso de ninguém. Mas gosto muito da Briosa pois é a equipa da cidade onde nasci, estudei, me licenciei, onde trabalho e vivo.
Vem isto a propósito de muitas viagens que fiz com a Mancha Negra (inclusivé uma a Alvalade, à casa do meu clube de coração para a Taça de Portugal). Sem sombra de dúvida que ficam na minha memória as viagens a Leiria (derrota por 1-0 com uma grande roubalheira do Sr. José Pratas), à Amadora (derrota por 2-1 com 2 golos do Abel Xavier), a Vila do Conde (vitória por 1-0 com um golo do Lewis), à Luz (jogo de andebol em que empatámos com os Lamps e em que o Santa Bárbara marcou um golo de baliza a baliza). Venho aqui fazer a minha homenagem a muitos elementos da Mancha que eram os verdadeiros ultras e amantes da briosa num tempo em que era mais difícil ir á bola pois a Briosa estava na 2ª Divisão. Vou-me esquecer de muitos nomes mas vou citar aqueles que me lembro melhor:
Brunito, Paulo Martins, João Francisco, Pedradas, o Rui Tó, Manel do Rato e irmãos, Nuno Freire (Cavalo), o JP, Paulo Maluco, Lima, Tó Rui, João Africano, Fred e o irmão, o puto Cácá, o grande Bully, o Barry, o Caetano e o João Daniel (dois grandes lagartos)etc., etc.). Não me lembro de todos os nomes e peço desculpas aqueles que me esqueci de mencionar.
E já que vi aqui um comentário do JP, aproveito para lhe mandar um grande abraço!

Ass: Filipe (mais conhecido por Balakov)